6 de mai de 2011

Nas Nuvens...

A vontade é a que as figuras não desapareçam. A mente flutua até as alturas, viajando por muitos algodões doces. Dragões. Uma princesa. Um cachorro. Um menino correndo. Um navio em pleno céu. Quem nunca passou horas fazendo formas com as nuvens?
Basta soltar a imaginação. Num instante o vento faz de um avião a um pássaro. Tudo depende da generosidade e da poesia de quem vê: aquilo pode ser uma enorme nuvem trazendo uma tempestade ou um coelho. Você é quem escolhe o que ela será. Resgatar a deliciosa brincadeira de criança, esperando sem pressa, leas desaparecerem. deixe os pensamentos leves. E voe.


Ótima Sexta - Feira!

Um comentário:

  1. Da minha janela vejo um cachorro deitado.
    E da tua, neste momento o que vês?

    ResponderExcluir